segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

É frescura!

   O ato de se cortar para algumas pessoas pode até parecer que quer chamar atenção. Alguém que não tem mais porra nenhuma para fazer da vida e fica se cortando apenas para matar o caralho do tédio. Porra... estão de sacanagem comigo né!? Quem e o fdp imbecil que diz uma merda dessa para uma pessoa?
   Conheci uma menina, T, que seu pai descobriu que ela andava se cortando e praticamente a tratou como lixo. Eu fico possessa com uma merda dessa. Gente, PELO AMOR DE DEUS, alguém faria msm isso apenas para se divertir?? Se alguém faz por esse motivo é apenas um babaca. 
   Eu me corto quando estou desesperada, tentando segurar o choro. Não mostro a ngm o quanto solitária estou e fodida. Minha situação é tão sufocante que eu recorro a esse meio, que acaba por me deixar mal tbm. Td me deixa mal. É apenas dor, apenas mais uma dor. É sufocante!
   
   No começo vc fica apenas nos cortes pequenos, mas com o tempo eles já não resolvem mais. Acredite quando eu digo, eles não doem... Eu simplesmente não os sinto. E de repente vc não consegue deixar de se cortar e eu acho que cheguei nesse ponto. Ando mais angustiada que o normal por conta disso. Não sei como parar com isso. Minha irmã viu alguns semana passada e ficou horrorizada. Ela me perguntou o que era e eu disse que havia me machucado na faculdade. 
   O foda agora é querer ir a praia com os amigos. A maioria dos meus cortes são na perna e se eu por um biquíni vai ficar visível. 
   Acho que vou ir na praia antes sozinha, pegar um bronze antes de me arriscas. O que acham?

   Mas, voltando a desvalorizar a minha vida... Minha prima disse que queria ser como eu quando for mais velha. Eu parei de rir, pq a gente estava fazendo piada de alguma coisa, e minha cara ficou séria e eu não disse uma palavra. Eu devo ter ficado quase um minuto olhando para ela com cara de espanto quando ela me perguntou o que foi. Eu disse que nada, pedi licença e sai. Sai praticamente correndo, respirando irregular e imaginando como eu representava muito bem o meu papel de boa filha, ótima estudante e de uma pessoa feliz que tem todos a gostar. Ai, eu pensei: "A minha vida é uma mentira". As pessoas que convivo acham que eu sou a melhor pessoa no mundo. 


   E quanto mais as pessoas pensam que eu sou melhor eu fico pior.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário